Intermediário

Sete dicas para melhores fotografias de casamentos

Glossário

1. Lembre-se de que nada do que as pessoas prometem com relação ao tempo de realização do seu trabalho acontece de fato. As pessoas podem ter as melhores intenções ao dizer “Você vai ter um grande intervalo entre este e aquele período, e vamos obter todas as imagens que você precisa!” Ou elas prometem “pelo menos uma hora para fazer toda a montagem da fotografia.” Isso não vai acontecer. Prepare-se para correr o dia todo e fotografar apressadamente, mas cujo resultado passará a ideia de que você teve todo o tempo do mundo para configurar, compor, organizar e dirigir a ação. Uma festa de casamento tem ações ininterruptas com todos os tipos de atraso e circunstâncias imprevisíveis. Em nenhum momento (na maioria das vezes), você terá tempo suficiente para fazer o seu trabalho. Essa é a única certeza do dia. Às vezes, você pode até trabalhar em um casamento dos sonhos, com um casal dos sonhos e um cronograma que funcione a seu favor. Mas isso não acontece com frequência. Por isso, saiba que você deve aproveitar todos os momentos para tirar fotografias maravilhosas em poucos segundos.

2. Convide alguém, geralmente uma amiga da noiva, para ser seu representante, intermediário e organizador de expressões faciais e grupos. Provavelmente, você não vai conhecer a tia Lori e a tia Jane, nem vai saber que o Marcos e Sue acabaram de se divorciar, mas ainda fazem parte da família e precisam estar nas fotografias sem aparecer lado a lado nas fotos em grupo. Você precisa de um aliado, alguém que todos conheçam e gostem para ajudá-lo a fazer seu trabalho. Essa pessoa vale ouro. Ela vai ajudá-lo a reunir as pessoas, apontar lacunas na sua organização e assegurar que a lista de fotografias seja cumprida.

3. Sobre a lista do "que fotografar", certifique-se de obter uma. Ou, se você tiver uma conversa com os noivos e eles não tiverem uma lista formal sobre o que desejam, converse com eles a respeito e anote tudo. Mantenha as anotações em um local acessível. Você vai precisar de um guia para entrar em ação e organizar as poses e, por isso, uma reunião pré-casamento é essencial. Saiba também que, mesmo quando os noivos disserem "Ah, esse tipo de coisa não é necessário, não se preocupe em fotografar as mesas", você com certeza deverá se preocupar com isso. É seu trabalho ser um bom jornalista e contar a história completa do casamento. Isso significa cobrir o máximo possível do evento. Por isso, mesmo que eles digam que algum aspecto do casamento não é importante, fotografe-o. Esse dia não vai acontecer novamente.

4. Sobre os grupos, se você for fotografar casamentos, com certeza trabalhará com grupos. O mantra de toda fotografia em grupo nesses cenários é simples e sucinto. FAÇA RÁPIDO E DE FORMA DIVERTIDA. Você deve atuar um pouco como fotógrafo, comediante, anfitrião, diretor de cinema e capitão do batalhão. Dirija a ação! Atribua alguma atividade aos convidados! Certifique-se de que todos consigam ver a câmera com os dois olhos! Assim, você saberá que ninguém ficará parcialmente bloqueado. Use fontes de luz frontais. Quanto mais suave, melhor. Mas em termos de direção, eu não aconselho tanta luz de um lado para o outro. A luz lateral pode criar uma série de sombras que cairão como dominós em todas as pessoas da imagem, e isso não é um bom sinal. Lembre-se de que essa foto não deve ser uma demonstração das suas habilidades incríveis de iluminação. Busque apenas uma luz simples em que todos possam ser vistos. Pense nas pessoas. Seja rápido. Faça piadas. Fotografe sem parar. Mostre disposição. Se você se divertir com a câmera, eles também vão se divertir como sujeitos da imagem.

5. Levando em consideração a ideia de fotografia em grupo, tome cuidado com a seleção do f/stop! f/2.8 não será legal para grupos. Todos devem sair razoavelmente nítidos na foto. Dependendo de quantas pessoas estiverem no grupo e de quantas “camadas de pessoas” estiverem agrupadas, com lentes grande-angulares (de 24 mm a 35 mm), será necessário pelo menos f/5.6 e algo mais seguro em torno de f/8. E é aí que o ISO vira nosso amigo. Hoje em dia, as câmeras digitais mais avançadas (que devem ser usadas se você quiser fazer o seu marketing como fotógrafo de casamentos e sendo pago por esse serviço) oferecem resultados incríveis com ISO 800, 1600 e até níveis superiores. Use a combinação de iluminação disponível, ISO e velocidades do obturador para obter um f/stop desejável, resultando em uma profundidade de campo suficiente para uma fotografia em grupo.

6. Imediatamente, organize uma estação de trabalho, caso seja possível. Alguma mesa pequena fora do caminho da ação e razoavelmente segura para deixar o equipamento extra, e que tenha uma fonte de energia para carregar várias baterias da câmera e do flash. Um computador também deve ser ligado nessa mesa, sendo conectado a duas unidades de disco-rígido. Durante a festa, saia de cena nos momentos tranquilos e faça o download dos cartões de memória, troque as baterias e grave pastas das imagens em vários dispositivos de armazenamento. Sente-se quando possível. Fotografar casamentos é uma atividade exaustiva e, por isso, faça algumas pausas durante o trabalho para continuar com disposição ao longo da festa.

7. Chegue ao local do evento com antecedência. Negocie um horário antecipado para fotografar os bastidores dos preparativos dos noivos. Quanto mais próximo você estiver, demonstrando sua personalidade discreta e agradável, mais rápido os noivos ficarão acostumados quando a ação começar. Mesmo se for um dia com início demorado, chegue cedo, conheça os pais dos noivos e familiarize-se com a festa de casamento. Memorize os nomes das pessoas! Mais tarde, ao fazer as fotos em grupo, chamar as pessoas pelo nome sempre impressiona: “​​Sheila, chegue um pouco mais perto do Ari, se possível.” É muito melhor que dizer, “Ei, você de vestido azul-claro!” Em primeiro lugar, essa abordagem é impessoal e quase mal-educada. Em segundo lugar, se for durante a festa, várias mulheres poderão estar de vestido azul-claro. Mas, se você chegar cedo e se apresentar quando todos estiverem se arrumando, será possível memorizar e identificar as pessoas. Assim, todos ficarão mais felizes com a sua presença e poderão ajudá-lo quando o tempo estiver apertado.

Joe McNally é um fotógrafo reconhecido internacionalmente com 30 anos de carreira e trabalhos realizados em mais de 50 países. Ele já fotografou matérias de capa da TIME, Newsweek, Fortune, New York, Entertainment Weekly, The New York Times, Sunday Magazine e Men’s Journal. Dois livros de Joe, The Moment It Clicks e The Hot Shoe Diaries, entraram para a lista dos dez livros mais vendidos da Amazon.

Mais artigos deste contribuinte

Este artigo vai muito bem com esse produto

Mais artigos como este